Guia completo de como administrar um comércio de sucesso!

1. Modelo de negócio

1.1 O modelo Canvas

  • clientes: esse é o espaço para definir para quem a empresa trabalha e quais são os clientes mais importantes;
  • proposta de valor: define quais problemas do cliente serão resolvidos pela empresa, que valor será entregue ao consumidor e quais pacotes de serviços podem ser oferecidos para cada tipo de cliente;
  • canais: por quais canais o seu cliente gostaria de ser conectado? Como isso tem sido feito agora? Os canais existentes são integrados? Saiba quais deles são mais eficientes sob a ótica do custo de operação;
  • relação com os clientes: para definir a melhor forma a ser seguida, é preciso refletir sobre como isso tem sido feito agora. Está funcionando? Qual seria o caminho indicado? Essa relação pode ser pessoal, self-service ou automatizada;
  • fluxo de rendimentos: definição das fontes de receita da empresa, os valores pelos quais os clientes estão dispostos a pagar e a melhor forma de pagamento a ser oferecida;
  • recursos-chave: são os recursos essenciais para o funcionamento da empresa. Pode significar fluxo de caixa, mão de obra qualificada ou equipamentos diferenciados, por exemplo;
  • atividades-chave: sob a mesma lógica do componente anterior, são as atividades fundamentais para a proposta de valor da empresa;
  • parcerias-chave: fornecedores, stakeholders, investidores. Quem são os parceiros essenciais para o funcionamento do seu negócio?

2. Plano de negócio

3. Mercado do seu negócio

3.1 Análise do mercado de confeitaria

3.2 Conhecendo o Público-alvo

3.3 Benchmarking

4. Planejamento estratégico

4.1 Análise SWOT

  • Strengths/Forças: são os pontos altos do funcionamento interno de um negócio, o diferencial da empresa. Pode ser uma boa equipe qualificada ou bons equipamentos, entre outros;
  • Weaknesses/Fraquezas: estão no campo oposto das Forças e dizem respeito aos problemas internos da empresa, como falta de conhecimento, equipamentos ultrapassados ou inexperiência;
  • Opportunities/Oportunidades: a ideia é a de reconhecer os aspectos externos que podem favorecer o sucesso do negócio. Alguns exemplos são uma boa localização ou a alta procura pelo serviço ou produto oferecido;
  • Threats/Ameaça: se a sua concorrência vende muito barato ou se o cliente não tem conhecimento, ou interesse suficiente sobre as soluções oferecidas pelo seu comércio, esses são problemas definidos como Ameaças. São fatores negativos de ordem externa.

4.2 Objetivos

4.3 Missão, visão, valores

4.4 Definição do posicionamento do negócio

5. Plano de Marketing

5.1 Mix de marketing

  • Preço: é a forma usada para moldar a percepção de valor do público. Um preço muito baixo pode dar a impressão de baixa qualidade, enquanto um custo alto afasta compradores. Considere pontos como a viabilidade e a competitividade dos valores estabelecidos;
  • Promoção: quais serão as estratégias para divulgar esses produtos? O objetivo é definir como atrair mais clientes para realizar a venda. Pode ser composta por uma série de ações como propaganda, branding, publicidade, venda direta, relações públicas e muito mais;
  • Praça: diz respeito à distribuição e aos canais pelos quais o cliente tem acesso a sua empresa. Como o cliente faz para chegar ao seu produto? Onde ele pode encontrar produtos similares ao seu? Que tipo de estrutura é necessária para esse canal?
  • Produto: Alguns especialistas consideram como o mais importante dos P’s. Afinal, o produto oferecido é a base do seu negócio. Deve responder a perguntas como: quais os recursos dos seus produtos? A que nicho eles correspondem? Como ele será utilizado? Qual a melhor forma de nomeá-lo e embalá-lo?

6. Financeiro

6.1 Plano financeiro e operacional

7. Outros pontos importantes sobre como administrar um negócio

7.1 O que é a gestão de qualidade

7.2 A importância do empreendedorismo

7.3 Como utilizar as redes sociais a seu favor

7.4 Como analisar as tendências do mercado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.