Como fazer bolo de pote econômico para vender? Veja 6 dicas

Doces sempre vendem. Além de serem bons lanches ou complementos para refeições, também fazem bem para o humor. O bolo de pote, por exemplo, é bem fácil de fazer e fica com um excelente resultado, mesmo com poucos recursos.

Porém, se você quer ter um negócio bem sucedido, precisa aprender a fazer um bolo de pote econômico para vender. Com um menor custo, você pode oferecer um preço melhor e ainda ter um bom lucro.

Pensando nisso, confira, neste post, algumas dicas que vão ajudar a fazer um bolo de pote com mais economia!

1. Asse de forma eficiente

Pré-aquecer o forno ajuda a assar a massa mais rápido e consome menos gás. Basta 15 minutos antes de cozinhar, em torno de 180ºC, e já é o suficiente.

Além disso, tente assar o máximo de unidades de uma só vez — quantas delas couberem na assadeira, melhor. Por último, evite abrir o forno durante o preparo. Apenas marque o tempo e use uma luz para verificar a aparência.

2. Faça a manutenção do fogão

Um forno danificado, com isolamento ruim ou muito sujo apresenta vários problemas na hora de assar o seu bolo de pote, o que significa que você terá que gastar mais gás por fornada.

Você pode verificar isso por meio da cor da chama: se ela estiver azul, significa que a queima está funcionando bem; se ficar amarelada, é sinal de que precisa de manutenção.

3. Livre-se das panelas de fundo curvo

Muitas panelas antigas ou já muito usadas costumam ter fundo curvo. Se você está usando uma dessas para preparar o bolo de pote econômico para vender, é melhor trocar o quanto antes.

Elas tendem a ficar desequilibradas e acabam prejudicando a distribuição de calor pela massa. Isso significa maior consumo de gás e mais chances de uma parte queimar, enquanto a outra fica crua.

4. Evite correntes de ar na hora de cozinhar

A cozinha é um lugar quente, então, é normal algumas pessoas abrirem as janelas ou até colocarem um ventilador. Porém, se você quer fazer um bolo de pote econômico para vender, isso só vai prejudicar a receita.

A corrente de ar reduz a temperatura do fogão, modificando-a também no forno. O resultado é um tempo maior de cozimento.

5. Use os utensílios certos para o trabalho

O tamanho das panelas e assadeiras usadas na hora de cozinhar também afeta o seu custo. Se você coloca uma frigideira pequena na boca mais larga do fogão, por exemplo, boa parte do calor vai se perder ao redor. Se colocar uma muito maior, ele vai todo para um ponto só — em vez de se distribuir.

6. Precifique corretamente

Por último, você deve precificar corretamente o seu bolo de pote para conseguir comprar mais ingredientes e ainda ter seu lucro. Primeiro, some o custo com ingredientes e embalagem, e divida pelo total de bolos. Depois, adicione 30% relativo ao gás e à luz, e multiplique o valor por 3.

Ou seja, para um bolo que custou R$ 2,00 em ingredientes, você terá um preço final de R$ 7,80 — mas pode arredondar para R$ 8,00.

Com essas dicas, você já pode fazer um bolo de pote econômico para vender. Se você se planejar direito e encontrar o lugar certo para vender, logo verá os lucros entrarem.

Tem mais alguma dúvida? Mande sua pergunta nos comentários abaixo!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.