Confira 3 dicas de como fazer uma boa gestão de confeitaria!

Em um mercado cada vez mais concorrido e com visibilidade devido às redes sociais, fazer a boa gestão de sua confeitaria poderá dar o diferencial competitivo que seu negócio precisa para se manter saudável. Engana-se que esse tipo de preocupação é um “privilégio “de grandes empresas.

Fatores como precificação, controle do fluxo de caixa e planejamento são primordiais para que uma empresa consiga se manter na ativa por um longo prazo. Neste post, trazemos 3 dicas que vão ajudar na gestão de sua confeitaria para que você possa ter o fôlego para impulsionar o seu negócios. Confira! 

1. Faça a precificação correta dos produtos

Essa é uma dica importante para os confeiteiros que estão entrando no mercado recentemente e tem alguma dificuldade em saber qual é o valor correto de seu produto. Porém, essa definição é crucial para a boa gestão de sua confeitaria.

Por mais que pareça interessante praticar valores mais baixos para atrair uma nova clientela, se o valor estiver abaixo do necessário para cobrir os custos, o negócio se torna inviável. Nesse cenário para fazer uma boa precificação é importante considerar fatores como:

  • média de preço do mercado;
  • gastos com a matéria-prima;
  • quanto vale a mão de obra;
  • despesas fixas e variáveis — embalagens, aluguel, água, luz, gás, impostos etc;
  • margem de lucro.

Uma boa fórmula para a sua precificação é:

  • custos + despesas secundárias + mão de obra + percentual de lucro = preço de venda.

2. Tenha um bom fluxo de caixa

Um ponto crucial para a saúde financeira de um negócio, mesmo pequeno, é o seu fluxo de caixa. Estamos falando do processo que consiste no acompanhamento das entradas e saídas de receita da confeitaria, para saber se o capital de giro está sendo utilizado de maneira adequada — se ele está cobrindo as despesas no tempo desejado.

Por meio do controle do fluxo de caixa é possível manter um bom controle de estoque, garantindo que não falte produtos ou que sofram e gerem prejuízo. O estoque precisa ser o mais preciso possível. Sabendo o que entra e o que sai, é possível projetar os ajustes necessários de preço, mapear as possibilidades de promoções e programas de fidelidade, sempre cuidando para que não falte dinheiro para pagar as contas.

3. Faça um planejamento estratégico

Não importa o tamanho de seu negócio, para fazer uma boa gestão você deverá começar com um bom planejamento. É importante colocar no papel quais são os objetivos a curto, médio e longo prazo, quais são seus pontos positivos que precisam ser ressaltados e o que precisa de melhoria. 

É importante também criar um orçamento detalhado com a projeção de todas as suas despesas, não apenas com custos produtivos, mas com pontos importantes como marketing, remuneração de funcionários e de parceiros. Esse orçamento deve ser feito com base em suas receitas e histórico de consumo, caso você já esteja no mercado há algum tempo.

Esperamos que, após a leitura deste post, você tenha uma boa base para fazer a gestão de confeitaria. Ter um bom controle dos preços e do fluxo de caixa permite que você tenha um bom capital de giro para investir no crescimento de seu negócio.

Gostou do post? Então curta a nossa página do Facebook e fique por dentro de nossas novidades.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.