4 indicadores do varejo que você precisa acompanhar de perto

Indicadores de varejo são métricas que ajudam a quantificar sua performance comercial, de modo que entende claramente seus atuais resultados. Você também pode pensar neles como um tipo de termômetro, pois ajudam a medir a “temperatura” dos seus negócios.

Na prática, existem muitos benefícios ligados ao assunto. Bons indicadores melhoram a criação de planos, a tomada de decisões e o posicionamento do negócio, também otimizam a relação da confeitaria com seus clientes finais. Portanto, é preciso ter bastante atenção.

Nos próximos tópicos, explicamos 4 indicadores do varejo que você pode (e deve) acompanhar de perto na confeitaria. Continue atentamente com sua leitura. Vamos lá!

1. Ticket médio por venda

O ticket médio é o valor médio de algo. Há, por exemplo, o ticket médio por produto ou por clientes. Na confeitaria, o mais interessante é calculá-lo por venda. A ideia, então, é saber o valor médio das suas vendas e entender a variação deste valor ao longo do tempo.

Felizmente, seu cálculo é bem simples, mas você precisa ter um bom controle do fluxo de caixa. Basta dividir a receita total de um determinado período (normalmente um mês) pelo número de vendas feitas no mesmo período. Pronto, aí está seu ticket médio por venda.

2. Nível de satisfação dos clientes

A satisfação dos clientes importa bastante e pode determinar o sucesso comercial da sua confeitaria. Tenha em mente que clientes satisfeitos voltam mais vezes, aceitam pagar um pouco mais pelos seus produtos e atuam como promotores da marca.

Para mensurar a satisfação, o mais comum é usar o NPS (Net Promoter Score). Consiste em uma pergunta feita aos clientes — de 0 a 10, o quanto recomendaria nossa confeitaria para um amigo ou familiar — que ajuda a calcular o número de clientes promotores (notas 9-10), neutros (notas 7-8) ou detratores (notas 0-6) da sua marca.

3. Custo de aquisição de clientes

Normalmente abreviado para CAC, o custo de aquisição de clientes estima o quanto (R$) você precisa desembolsar para captar novos clientes. Seu cálculo é feito ao dividir os gastos gerais em marketing e vendas pelo número de novos clientes da confeitaria.

Para aplicar o CAC, é importante que você tenha um ótimo controle da base de clientes, o que pode ser feito com cadastros bem atualizados e sistemas gerenciais com módulos para relacionamento com o consumidor. Assim, encontrar o CAC será bem simples.

4. Margem de lucro

A margem de lucro é um indicador financeiro, mas bastante útil à área comercial da confeitaria. Com ele, é possível saber se o preço do seu produto é suficiente para cobrir todos os custos e ainda gerar uma margem líquida — seu lucro.

Em resumo, a margem de lucro é encontrada ao abater todos os custos do preço de venda do seu produto, o que inclui gastos com insumos, mão de obra, taxas de venda, impostos e gastos gerais para manutenção do negócio. Assim, saberá se há lucro ou prejuízo.

Agora você está por dentro do assunto. Note que todos esses indicadores podem otimizar sua compreensão do negócio e especificamente da atividade comercial. Para ter sucesso, os indicadores devem ser acompanhados de forma periódica, devem contar com dados verídicos e devem subsidiar suas decisões de trabalho. Boas tecnologias, como planilhas ou softwares gerenciais, podem facilitar seu monitoramento.

Gostou do nosso artigo sobre indicadores do varejo? Aproveite para entrar em contato conosco e descobrir como podemos ajudar a melhorar os resultados comerciais da sua confeitaria. Vamos lá!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.